Estado financia atendimento especializado em hospitais do Norte Gaúcho

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Hospitais da região Norte receberam habilitação estadual do Sistema Único de Saúde (SUS) para atendimento especializado em cirurgia de traumato/ortopedia, neurocirurgia, cirurgia clínica e urologia e otorrinolaringologia.
No total, serão destinados R$ 515,3 mil mensais através da Política Estadual de Cofinanciamento da Atenção Secundária e Terciária em Saúde para que as instituições se tornem parte dos Serviços Integrados de Atenção Especializada Ambulatorial.
O Hospital Cristo Redentor, de Marau, foi habilitado para cirurgias de traumatologia/ortopedia; o Hospital São João, de Sananduva, em traumatologia/ortopedia; Hospital de Espumoso, em clínica cirúrgica geral; Hospital Santo Antônio, de Tapejara, em cirurgia de otorrinolaringologia; e Hospital São José, de São José do Ouro, em cirurgia clínica vascular.
Em Três Passos o hospital de Caridade, recebeu a autorização para especialidade em traumato e neurocirurgia; o Hospital de Caridade, de Palmeira das Missões, em cirurgia de traumato/ortopedia, gastroenterologia e urologia.
Valores destinados por hospital:
Hospital Cristo Redentor, de Marau - R$ 38,8 mil
Hospital São João, de Sananduva - R$ 51,5 mil
Hospital de Espumoso - R$ 55 mil
Hospital Santo Antônio, de Tapejara -R$ 51,5
Hospital de Caridade, de Três Passos - R$ 106,8 mil
Hospital de Caridade, de Palmeira das Missões – R$ 160,2 mil
Hospital São José, de São José do Ouro - R$ 51,5 mil
Para a assinatura de contrato da habilitação estadual, é preciso que cada hospital conte com uma equipe multiprofissional ligada ao tipo de especialidade do serviço e que esteja integrado às redes de atenção à saúde que incluem a atenção básica e os serviços destinados à continuidade do cuidado. Também é requisisto a garantia de integralidade no atendimento, com recursos necessários, desde o diagnóstico até o tratamento completo terapêutico, conforme a área específica da habilitação.
Financiamento de Especialidades
Desde 2012, a Comissão Intergestores Bipartite (CIB/RS), formada por representantes de gestores municipais e representantes da Secretaria Estadual da Saúde (SES), formula as diretrizes do Financiamento da Atenção Secundária e Terciária em Saúde no Rio Grande do Sul, como uma das modalidades de cofinanciamento da saúde no Estado.
Em 2013, a CIB/RS instituiu a Política Estadual para a Atenção Secundária e Terciária, baseada na necessidade de incorporação de novas estratégias ou modelos de atendimento. O objetivo principal da resolução é aperfeiçoar o acesso da população, a regionalização e os níveis de hierarquização dos serviços de atenção à saúde no RS.
Os tipos de serviços inseridos no sistema de especialidades são os seguintes:
Clínico: cardiologia, dermatologia, endocrinologia, gastro/hepatologista, nefrologia, neurologia, oftalmologia, pneumologia e reumatologia.
Clínico-cirúrgico: buco-maxilo, cardiologia intervencionista/cirurgia cardíaca, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia torácica, ginecologia, cirurgia vascular, otorrinolaringologia, proctologia, cirurgia geral, gastroenterologia cirúrgica, neurocirurgia, oftalmologia cirúrgica, traumatologia/ortopedia, urologia.
Texto: Assessoria SES/RS

Fotos

Tags
Categoria: Saúde

Veja também:

Comentários

  1. Nenhum comentário postado. Seja o primeiro!

Postar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos Obrigatórios *


Código de Segurança


Ao clicar em "Postar comentário", você estará assumindo total responsabilidade sobre o conteúdo de sua mensagem, além de estar implicitamente concordando com as regras apresentadas acima. Por medidas de segurança, seu ip 54.242.205.33 também será armazenado.