Palmeira das Missões - Gripe A: Campanha inicia dia 15 de abril

Quinta-feira, 04 de Abril de 2013

Inicia na próxima segunda-feira (15) a 15ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe A. Serão aproximadamente seis mil doses recebidas gradativamente, de acordo com a população que compõe os grupos de risco na cidade e que serão distribuídas, inicialmente, até o dia 26 de abril, nos postos de saúde.

De acordo com a enfermeira e coordenadora técnica da secretaria municipal de Saúde, Anaisa Bordim, a partir deste ano foram incluídas nos grupos de risco as puérperas, ou seja, mães que deram a luz a menos de 45 dias – que devem apresentar a declaração de nascido vivo ou o registro do nascimento da criança, e os doentes crônicos – que precisam ter uma requisição médica para receber a vacina.

As doenças crônicas que se enquadram são: imunodeficiências congênitas; imunodepressão devido ao câncer ou imunodepressão terapêutica; cardiopatias crônicas; pneumopatias crônicas; asplenia anatômica ou funcional e doenças relacionadas; diabetes mellitus; fibrose cística; trissomias; implante de cóclea; HIV/aids; doenças neurológicas crônicas incapacitantes; usuários crônicos de ácido acetilsalicílico; nefropatia crônica/ síndrome nefrótica; asma; hepatopatias crônicas e transplantados de órgãos sólidos e medula óssea. Doadores de órgãos sólidos e medula óssea cadastrados também poderão receber as vacinas.

Ainda, permanecem nos grupos de risco as crianças maiores de seis meses até 1 ano e 11 meses, trabalhadores na área da saúde, gestantes em qualquer fase da gravidez, idosos acima de 60 anos e a população prisional.

O dia 20 de abril, sábado, será o Dia D de combate a Gripe A, onde os postos dos bairros Westphalen, Mutirão, Centro Social Urbano, Vista Alegre e Lütz, estão vacinando os grupos de risco, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h. Já o Centro de Saúde e na Praça Paulo Ardenghi a distribuição das doses será das 8h às 17h. Anaisa destacou que as crianças só poderão ser vacinadas nas unidades de referência, onde elas são atendidas.

A meta é imunizar 80% de cada grupo de risco e, segundo Anaisa, assim que o Ministério da Saúde determinar o fim da campanha de vacinação, as doses que sobrarem serão disponibilizadas para o restante da população.

Tags
Categoria: Saúde

Veja também:

Comentários

  1. Nenhum comentário postado. Seja o primeiro!

Postar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos Obrigatórios *


Código de Segurança


Ao clicar em "Postar comentário", você estará assumindo total responsabilidade sobre o conteúdo de sua mensagem, além de estar implicitamente concordando com as regras apresentadas acima. Por medidas de segurança, seu ip 54.221.136.62 também será armazenado.