NorteRS - o portal do norte gaúcho!

Nonoai

Notícias RelacionadasGuia de produtos e serviços ClassificadosVitrine virtual

Cep: 99600-000

Data de Criação: 30/01/1959

Nº de Habitantes: 12.074

População Urbana: 9.065

População Rural: 3.009

Área Territorial: 469,00 km

Histórico


Nonoai foi fundado no ano de 1838, pelo desbravador João Cipriano da Rocha Loires, ocasionado pela necessidade de nova estrada que conduzisse os tropeiros que vinham do Norte do país, para o sul, na compra de muares.


João Cipriano da Rocha Loires, civilizador de várias tribos indígenas que viviam em várias regiões do Sul do país, conhecedor das regiões foi solicitado pelos comerciantes que se possível descobrisse novas estradas que encurtasse o trajeto ligando o nosso estado aos demais estados do país, principalmente para atingir o mercado nordestino.


Com a abertura de tão importante estrada, deu-se em seguida a Fundação de Nonoai cujo nome cresceu vertiginosamente, transformando-se na mais desenvolvida e maior povoação do Norte do estado, cujo comércio já em 1859, contava com 05 olarias, diversas casas comerciais, inúmeros prédios em alvenaria, hotéis e casas de diversões, obrigando o Governo Estadual a instalar no mesmo ano (1850) a 1ª Coletoria em Nonoai.


Nonoai desenvolveu-se em passos largos, em 1890, pelo ato governamental nº 257, elevou-se à categoria de município, vindo a pertencer tal condição com o efeito nefasto da revolução de 1893, cuja mesma a destruiu.


De 1893 em diante, Nonoai passou a pertencer a Palmeira das Missões e posteriormente ao município de Sarandi, até sua emancipação, ocorrida em 31 de maio de 1959, como fruto da 1ª reunião datada de 15 de abril de 1956, tendo como participantes a seguinte comissão: Adão Chagas, José Mazocato, Edgar Lima Winckler, José Reck, Belarmino Pompeu da Silva e João Olímpio de Souza.


Nonoai, situado a 416 km da capital Porto Alegre. Limita-se ao Norte com o Estado de Santa Catarina, ao sul com os municípios de Trindade do Sul e Gramado dos Loureirosao Leste com Faxinalzinho e Erval Grande e a Oeste com os município de Rio dos Índios e Planalto.


Nonoai, baseia sua economia na Agricultura, destacando-se o cultivo da soja, trigo, milho, além dos produtos básicos, como feijão, arroz e outros. A economia também é amparada pela criação de gado, suínos e aves, bem como pela indústria de móveis, esquadrias, as ervateiras e laticínio.


No aspecto educacional e assistencial, conta com escolas Estaduais Municipais e Particulares, creches, lar do idoso e um Centro de amparo à criança e ao adolescente, que se encontram em situação de risco. Conta ainda, com o Conselho Tutelar e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - COMDICAN.


Serve a comunidade, na área de comunicações, com duas emissoras de rádio e um sistema moderno de telefonia DDD e DDI.


Com relação ao transporte, possui diversas linhas de ônibus particulares, interestaduais e de turismo, além do transporte escolar. Conta também com aeroporto municipal.


Na área da saúde, conta com cinco postos de saúde: um na sede, um no Bairro Operário, um nas Bananeiras (Área Indigena) e um na sede da Área Indigena; e o Hospital Comunitário, que atende todos os municípios da região.


Além dos aspectos mencionados, o Municipio possui uma Reserva Indigena e o Parque Florestal de Nonoai, maior parque florestal do Estado, com cerca de 14.910 hectares, no perimetro de 104 Km, abrangendo os Municípios de Nonoai, Planalto, Alpestre, Rio dos Indios e Gramado dos Loureiros. Também conta com 04 escolas Federais localizadas na Área Indígena.


Formação Administrativa


Distrito criado com a denominação de Nonohay, pela lei provincial nº 925, de 03­04-1875 e por ato municipal nº 9, de 03-11-1896, subordinado ao município de Palmeira.


Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito já denominado Nonoai, figura no município de Palmeira.


Pelo decreto estadual nº 4710, de 24-01-1931, transfere o distrito de Nonoai do município de Palmeira para o de Passo Fundo.


Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Nonoai permanece no município de Passo Fundo.


Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII­1937.


Pelo decreto estadual nº 7842, de 30-06-1939, confirmado pelo decreto-lei estadual nº 1307, de 31-05-1939, transfere o distrito de Nonoai do município de Passo Fundo para o de Sarandi.


Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito figura no município de Sarandi.


Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.


Elevado à categoria de município com a denominação de Nonoai, pela lei estadual nº 3695, de 30-01-1959, desmembrado de Sarandi. Sede no antigo distrito de Nonoai.Constituído de 3 distritos: Nonoai, Rio dos Índios, desmembrado de Iraí e Trindade, desmembrado de Sarandi. Instalado em 31-05-1959.


Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos:Nonoai, Rio dos Índios e Trindade. Pela lei municipal nº 26, de 25-08-1959, é criado o distrito de Pinhalzinho e anexado ao município de Nonoai. Pela lei municipal nº 15, de 16-12-1960, é criado o distrito de Gramados dos Loureiros e anexado ao município de Nonoai. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 5distritos: Nonoai, Gramado dos Loureiros, Pinhalzinho, Rio dos Índios e Trindade. Pela lei estadual nº 4736, de 01-06-1964, desmembra de Nonoaí o distrito de Pinhalzinho. Elevado à categoria de município com a denominação de Liberato Salzano. Em divisão territorial datada de 1-I-1979, município é constituído de 4 distritos:Nonoai, Gramados dos Loureiros, Rio dos Índios e Trindade. Pela lei estadual nº 8487, de 15-12-1987, desmembra do município de Nonoai o distrito de Trindade do Sul ex-Trindade. Elevado à categoria de município. Pela lei municipal nº 1192, de 14-12-1988, é criado o distrito de Posse dos Linhares e anexado ao município de Nonoaí. Pela lei estadual nº 9541, de 20-03-1992, desmembra do município de Nonoai o distrito de Gramados dos Loureiros. Elevado à categoria de município. Pela lei estadual nº 9547, de 20-03-1992, desmembra do município de Nonoai o distrito de Rio dos Índios. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.  


Fonte: IBGE


Notícias Relacionadas:


Painel do Usuário