NORTE RS - -
   Cadastrar          Login
  Icone Facebook Norte RS Icone Instagram Norte RS Icone Contato Norte RS
Logo Norte RS
 

Publicidade Norte RS

Hospital Unimed adere campanha nacional de combate à desnutrição

Data da Publicação da Notícia : 01/06/2019 - 11:03

 
Foto Notícia Geral

A desnutrição é um processo silencioso e se evitado ou identificado precocemente previne uma série de outras complicações na saúde. Estimativa da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral Enteral (Braspen) aponta que o percentual atual de pacientes internados desnutridos pode chegar a 60%. O dado alarmante levou a entidade a criar a campanha “Diga não à desnutrição”. Como um dos pioneiros no interior do Estado, o Hospital Unimed Noroeste/RS apoia a iniciativa, fortalecendo práticas já desenvolvidas na instituição.

“Estamos sensibilizando toda a equipe da assistência a prestar atenção na nutrição do paciente internado, nos sinais e na ingesta alimentar, com o objetivo de minimizar os impactos da patologia”, aponta a nutricionista Juliana Bettega, que atua no Serviço de Nutrição e Dietoterapia. Conforme a profissional, a desnutrição aumenta, em quatro vezes, o risco de desenvolvimento de lesão por pressão e, em três vezes, o tempo de internação. “Todos precisam estar atentos e empenhados em criar um cenário diferente do apresentado nacionalmente”, reforça.

No Hospital Unimed Noroeste/RS o movimento “Diga não à desnutrição” é desenvolvido pela Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) e conta com a dedicação de funcionários de diferentes áreas. Uma das formas de mobilização do quadro de colaboradores foi a criação da “barraquinha de combate à desnutrição”, utilizada em postos estratégicos do complexo hospitalar, abordando aspectos orientados pela Braspen. Coordenações de Enfermagem, equipe de Fisioterapia e Corpo Clínico estão sendo envolvidos também em videoaulas e estimulados a atuar como disseminadores. “Aderimos a campanha com o objetivo de implementar as ações propostas e assim melhorar ainda mais o atendimento assistencial prestado ao paciente desnutrido ou em risco, bem como reduzir as taxas inaceitáveis de desnutrição hospitalar”.

Em casa ou em ambiente hospitalar, a família tem papel fundamental no incentivo ao paciente, contribuindo para que realize os cuidados necessários até sua plena recuperação. “Acolher e engajar o paciente e seus familiares no tratamento é um dos desafios da equipe multidisciplinar, construindo conhecimento destes durante a internação para que tenhamos uma alta segura. Precisamos empoderar pacientes e familiares acerca dos cuidados que precisam ser mantidos no domicílio”, explica Juliana.

Mas a preocupação do Hospital Unimed com estes aspectos não é de agora. Já é prática instituída a triagem nutricional do paciente nas primeiras 24 horas de internação, medida que visa identificar precocemente os pacientes em risco de desnutrição ou desnutridos e a melhor dietoterapia a ser seguida. “O nosso alerta é de que não é somente a medicação que influencia na reabilitação do paciente. Existem vários aspectos, entre os quais o nutricional, importantes para que a saúde se reestabeleça. Esta atenção multidisciplinar contribui para um serviço de excelência focado no cuidado integral”, reforça o gerente Assistencial e de Apoio, Günter Melchiors.

A campanha – O movimento “Diga Não à Desnutrição”, promovido pelo Braspen, tem como objetivo reduzir as taxas de desnutrição por meio de uma série de ações que incluem triagem, diagnóstico, manejo e tratamento da desnutrição. Busca ainda tornar de conhecimento público a prevalência e os problemas causados pela desnutrição hospitalar, que ocorre quando o paciente não se alimenta bem e não supre assim suas necessidades nutricionais. Entre as consequências está a perda de peso e de apetite, bem como prejuízos na evolução clínica.

“No Brasil, a taxa de desnutrição varia entre 20 e 60% em adultos hospitalizados e durante a hospitalização esta condição piora progressivamente principalmente em idosos e pacientes críticos”, informa o Braspen. A entidade alerta que também são complicações desta patologia: pior resposta imunológica, atraso no processo de cicatrização, risco elevado de complicações cirúrgicas e infecciosas, aumento do risco de mortalidade, com consequente considerável aumento dos custos hospitalares.


Publicidade 660-110
 

Galeria
 
 
TAGS:
CATEGORIA: Saúde e Bem Estar
Fonte: Unimed Noroeste RS
Colunista:Perfil NorteRS
Arquivo:
Visualizar arquivo cadastrado

Voltar ao topo
 


Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS

 

Hospital Unimed disponibiliza horário diferenciado para exames de imagem

 

Unimed Noroeste/RS promove Café com Saúde em Panambi

 

Pacientes da Unimed aprendem dança sênior como incentivo à qualidade de vida

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado

MAIS VISUALIZADAS

 

CAMPEONATO MUNICIPAL DE BOCHA 2018 TAÇA SICREDI 35 ANOS

 

Região Sul tem umidade elevada com mínima de 7ºC nesta sexta-feira (29)

 

Sarandi: Campeonato Municipal de futebol 2019

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


Publicidade Norte RS
Logo Norte RS
Icone Facebook Icone Instagram Icone Contato


Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

NORTE RS
(54)9942-6757
(55)8442-4962
atendimento@norters.com.br

Icone Base Menu MENU NORTE RS
 
VARIEDADES
ECONOMIA E POLÍTICA
VÍDEOS
SAÚDE E BEM-ESTAR
ENTRETENIMENTO
POLICIAIS
 

ESPORTES
COLUNISTAS
OBITUÁRIO
GASTRONOMIA
EDUCAÇÃO
ESPECIAIS
CARIJÓ DA CANÇÃO GAÚCHA
 
 
NORTE RS. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul