NORTE RS - -
   Cadastrar          Login
  Icone Facebook Norte RS Icone Instagram Norte RS Icone Contato Norte RS
Logo Norte RS
 

Publicidade Norte RS

Dengue: epidemia está estabilizada mas não é motivo de tranquilidade

Os 102 casos de dengue confirmados em Sarandi preocupam a população e também as autoridades. Por um lado a população, em especial as vítimas que se sentem de certa forma desamparada pelo poder público e do outro o poder público preocupado em conter a epidemia.

Sarandi

Data da Publicação da Notícia : 23/05/2019 - 15:35

 
Foto Notícia Geral
Equipe da Secretária Municipal de Saúde aplicando o fumacê

Veja o depoimento desta, mãe quando descobriu que seu filho de 8 anos contraiu a doença:

Meu filho de 8 anos, foi consultar no posto com sintomas de gripe, febre, dor de cabeça, o médico falou que era gripe, que ele estava com sinusite e foi tratado para tal, tomou decongex e amoxicilina, seguiu o tratamento a risca, dois dias depois do tratamento acabar, voltou ao posto com muita alergia, o médico falou que era normal, sintoma da sinusite, passou antialérgico, 3 dias depois se sentiu muito mal, com náuseas e vômito, levamos ele ao hospital, pedimos para fazer o exame da Dengue, resultado POSITIVO. Com a minha sogra foi a mesma coisa, foi ao posto, o médico falou que era gripe, sendo que ela estava bem mal, no mesmo dia à noite sentiu muita dor no estômago, na manhã seguinte quando levantou passou tão mal que desmaiou e foi parar na emergência do hospital, pedimos para fazer o exame da Dengue, resultado POSITIVO. Resumindo tudo, negligência médica, não tem outra explicação. Insatisfeita com o tratamento e a saúde pública da cidade no geral (forma com que a Dengue é tratada). Dengue mata, perdi um primo por conta dela, ele faleceu em uma semana, foi muito rápido. Meu irmão teve dengue hemorrágica e quase morreu. Perdeu 10kg em 15 dias. Isso é muito sério, por conta de tantos casos na cidade, deveria ser levado mais a sério, não esperar que o pior aconteça para depois tomarem providências, pelo número de habitantes, isso já deveria ser considerado caso de epidemia.

A Dengue se trata de uma doença que pode ser contraída várias vezes pela mesma pessoa, ou seja, não significa que quem já teve a doença esteja imune a ela. Ela também possui 4 tipos de vírus e só pode ser diagnosticada após o período de sete dias do início dos sintomas. Explica Jenifer Jutai Avila, Especialista em Saúde - Médica Veterinária da Vigilância Ambiental em Saúde 15 CRS.

Programa Nacional de Saúde contra a Dengue prevê que todos os imóveis do município devem ser visitados a cada dois meses. Essas visitas são realizadas pela secretaria municipal de saúde e supervisionadas pela 15ª Coordenadoria Regional de Saúde que enxerga uma certa resistência da população sarandiense em deixar o visitador chegar nas residências.

Segundo o Secretário Municipal de Saúde de Sarandi Gilmar Picolo esses casos sensibilização a população fazendo a comunidade “pegar junto” e colaborar com a limpeza, denúncia e comunicação de possíveis focos de mosquito. Picolo reforçou a dificuldade que o município enfrenta, por ter um número elevado de terrenos sem ocupação, por ter um rio que corta a cidade, e por ser um município de geografia bastante acidentada, de até difícil acesso em alguns pontos. O secretário afirmou que num primeiro momento a própria equipe da prefeitura procurou realizar o serviço de dedetização, mas logo identificou-se a necessidade de contratação de empresa especializada com recurso próprio do município. “Identifica-se que a epidemia está controlada, mas que mesmo assim durante o inverno serão intensificada as ações para que não ocorra reincidência”, finaliza o secretário.

Segundo a Coordenadora Regional de Saúde interina, Patrícia De Carli, o controle da dengue é uma prioridade regional. A equipe da Vigilância Ambiental vem trabalhando, disponibilizando apoio técnico e insumos para auxiliar o município no sentido de prevenir novos casos. No mesmo sentido, a Assistência Farmacêutica disponibiliza repelentes para que as gestantes que se enquadram nos critérios de vulnerabilidade social possam evitar outras doenças oriundas do Aedes Aegypti, como o Zika vírus. No mais, reforça a necessidade de que toda a população esteja engajada no controle de focos e proliferação da doença e atenta aos sinais característicos da doença, para que possa buscar auxílio médico de forma ágil e tempestiva.


Publicidade 660-110
 

Galeria
 
 
TAGS: 102 casos
CATEGORIA: Variedades
Fonte:
Colunista:
Arquivo:
Visualizar arquivo cadastrado

Voltar ao topo
 


Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS

 

Sarandi:Programa Nota Fiscal Gaúcha tem novos ganhadores

 

Policia Civil faz operação contra invasão do Maracanã amanhã

 

GESTORES, DEPUTADOS, PREFEITOS E SECRETÁRIOS DEBATEM FUNDEB

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado

MAIS VISUALIZADAS

 

Fruteira Econômica uma nova opção para economia e saúde

 

Escola é destaque em projeto inovador de Aquaponia

 

Segunda com tempo parcialmente nublado na região Sul

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


Publicidade Norte RS
Logo Norte RS
Icone Facebook Icone Instagram Icone Contato


Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

NORTE RS
(54)9942-6757
(55)8442-4962
atendimento@norters.com.br

Icone Base Menu MENU NORTE RS
 
VARIEDADES
ECONOMIA E POLÍTICA
VÍDEOS
SAÚDE E BEM-ESTAR
ENTRETENIMENTO
POLICIAIS
 

ESPORTES
COLUNISTAS
OBITUÁRIO
GASTRONOMIA
EDUCAÇÃO
ESPECIAIS
CARIJÓ DA CANÇÃO GAÚCHA
 
 
NORTE RS. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul