NORTE RS - -
  Icone Facebook Norte RS Icone Instagram Norte RS Icone Contato Norte RS
Logo Norte RS
 

Publicidade Norte RS

Queda no número de licenças ambientais concedidas no Brasil reforça necessidade de diminuir burocracia

Para tentar resolver a questão, Congresso volta a discutir o PL 3729/2004, que simplifica procedimentos para concessão de licenciamento ambiental...

Data da Publicação da Notícia : 04/04/2019 - 09:45

 
Foto Notícia Geral

Entre 2014 e 2017, o número de licenças ambientais concedidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), ligado ao Ministério do Meio Ambiente, sofreu três quedas consecutivas. Há cinco anos, 814 licenças foram expedidas pela autarquia, quantidade que baixou para 551, em 2017. 

Apenas no ano passado, houve crescimento no número das concessões – foram 611, em 2018.

Atualmente, tanto a União como estados e municípios podem conceder licenças ambientais, o que gera confusão sobre quais exigências devem ser seguidas. Os obstáculos no processo de licenciamento para grandes projetos de infraestrutura, por exemplo, apontam para a necessidade da revisão do trâmite das concessões.

Nesse sentido, tramita no Congresso Nacional o Projeto de Lei 3729/2004, que pretende simplificar os procedimentos para concessão de licenciamento ambiental no Brasil. O PL vem tramitando desde 2004 e passou por diversas comissões parlamentares, tendo sido arquivado, desarquivado e discutido em plenário.

A proposta pretende, além de simplificar concessões, dispensar empreendimentos agropecuários da exigência de licenciamento e dar prazo máximo para que os órgãos reguladores decidam sobre o pedido dos empreendedores. Uma licença prévia, por exemplo, que atesta a viabilidade ambiental do negócio, terá de ser concedida ou não em dez meses.

Para o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), a imprevisibilidade da obtenção de licenciamento ambiental faz com que muitos empresários desistam de montar negócios. O principal ponto do projeto, segundo o parlamentar, é encurtar esse prazo na hora de emitir a documentação prevista em lei.

“Alguém da sociedade ter direito à licença ambiental não precisa ser obrigatoriamente ser um calvário, um sacrifício. O licenciamento ambiental não tem prazo para ser dado. Pode ser dado hoje, pode levar 10 anos. Qual é o arranjo comercial que suporta uma coisa dessa? Como é que pode fazer sem prazo? Sem compromisso de entregar, sem nada? Então, mesmo que tenha que ser, e tem que ser sempre correto, tem que ter obrigação com o prazo. É impossível fazer qualquer coisa dessa sem prazo”, argumenta o parlamentar.

“Temos que parar de imaginar que o simples fato de simplificar um projeto ‘precariza’ ele. Nós temos é que desburocratizar”, completa Moreira.
Para a coordenadora técnica ambiental da Químea Soluções Ambientais, Rina Vichara Berro, a burocracia imposta na legislação atual é o que dificulta o andamento dos processos.

“É muito papel. Se protocola muito papel, este protocolo demora para chegar. Estes documentos protocolados demoram para chegar para os técnicos, que demoram para fazer a avaliação e dar o retorno e o parecer técnico para o empreendedor. Então, isso acaba se desenrolando em um período muito grande. Este é um ponto, o da burocracia”, analisa.

Trâmite

Atualmente, o projeto de lei 3729/04 aguarda escolha do relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara Federal. A matéria tramita em caráter de urgência, ou seja, dispensa algumas formalidades regimentais.

Caso seja aprovado pelos deputados, o PL segue para análise no Senado Federal. Se for aprovado sem alteração pelos senadores, seguirá para sanção presidencial. Em caso de alteração do texto, a matéria retorna para a Câmara.

Publicidade 660-110
 
 
TAGS:
CATEGORIA: Variedades
Fonte: agenciadoradio.com.br
Colunista:Perfil NorteRS
Arquivo:
Visualizar arquivo cadastrado

Voltar ao topo
 


Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS

 

Sarandi busca apoio da Funasa para reduzir casos de dengue

 

Dengue: epidemia está estabilizada mas não é motivo de tranquilidade

 

Prêmio principal da Mega-Sena sai para aposta feita em Aramina (SP)

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado

MAIS VISUALIZADAS

 

BM de Palmeira das Missões realiza a recuperação de veículo roubado em ocorrência de latrocínio no município de Sarandi

 

Brigada Militar de Palmeira das Missões divulga boletim de ocorrências da região

 

Um doce dia das Crianças com o Ponto Doce

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


Publicidade Norte RS
Logo Norte RS
Icone Facebook Icone Instagram Icone Contato


Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

NORTE RS
(54)9942-6757
(55)8442-4962
atendimento@norters.com.br

Icone Base Menu MENU NORTE RS
 
VARIEDADES
ECONOMIA E POLÍTICA
VÍDEOS
SAÚDE E BEM-ESTAR
ENTRETENIMENTO
POLICIAIS
 

ESPORTES
COLUNISTAS
OBITUÁRIO
GASTRONOMIA
EDUCAÇÃO
ESPECIAIS
CARIJÓ DA CANÇÃO GAÚCHA
 
 
NORTE RS. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul