NORTE RS - -
  Icone Facebook Norte RS Icone Instagram Norte RS Icone Contato Norte RS
Logo Norte RS
 

Publicidade Norte RS

Convivência família escola

A escrita sobre a convivência escolar se confunde a partir do lugar do qual escrevo como pai

Data da Publicação da Notícia : 19/09/2018 - 07:40

 
Foto Notícia Geral

A escrita sobre a convivência escolar se confunde a partir do lugar do qual escrevo como pai e como psicólogo. Mas, como estes dois lugares estão atravessados fundamentalmente pelo afeto, acabem se encontrando lá pelas tantas.

Me pego a pensar na minha experiência como pai e das incursões pela escola e das lembranças que estes encontros deixaram, e com frequência regam atualmente as conversas com as filhas.

Porém, sempre me preocupou a questão dos espaços ocupados, pela família e pela escola na formação de nossas crianças e adolescentes.Penso ser fundamental que se pense e se preste atenção nos limites de intervenção destes espaços. Até onde a família deve ir dentro da escola Até onde a escola deve ir dentro do espaço familiar Natural que estes espaços sejam em alguns momentos ultrapassados, mas é prudente que possamos perceber isso e recuar para os nossos lugares.

Imediatamente me vem à noção de um espaço intermediário, espaço de criatividade que deve surgir entre a escola e a família. Espaço novo que deve ser criado a partir da família e da escola, mas que não é mais nem um, nem o outro. Mas um espaço novo entre estes dois lugares em que crianças e adolescentes  possam circular com as influencias, regras e limites e todas as coisas de cada um destes espaços. Uma espécie de intersecção entre escola e família. Onde se toma o cuidado de não dominância de um ou de outro.

Não pode a família querer fazer da escola um campo estendido do ambiente familiar impondo suas heranças culturais, regras familiares, lembrando sim, que se trata de um coletivo e quando nos inserimos em um grupo ali se estabelecerá uma espécie de mosaico cultural, sendo criado um novo código de convivência.

Assim como a escola não pode expandir seus limites para dentro do núcleo familiar, sentindo-se na obrigação de dar conta de todas as questões que surgem durante o desenvolvimento de nossos jovens. Também é bom estarmos alertas para que este espaço não exclua o aluno.

Por mais absurdo que isso possa parecer, é possível de acontecer. Pois na relação entre a família e escola, por vezes podemos deixar que assuntos de interesse da escola e de interesse da família, se coloquem em questão e estabeleçam discussões. É um risco esquecermos o principal aquele que estabelece e sustenta o vinculo entre estas duas instituições de importância gigantesca para que possamos estabelecer uma sociedade digna e que proporcione bons encontros ao longo da vida.

Artigo escrito pelo professor Nauro Mittmann, psicólogo e mestre em Saúde e Desenvolvimento Humano, docente do CESURG

Publicidade 660-110
 
 
TAGS:
CATEGORIA: Colunistas
Fonte: Nauro Mittmann
Colunista:

Voltar ao topo
 


Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS

 

Os diversos papéis das mulheres e a importância da empatia

 

Os desafios da recolocação profissional

 

Mude os resultados do negócio a partir do ambiente corporativo

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado

MAIS VISUALIZADAS

 

PRF faz escolta para mulher grávida em Sarandi

 

Foragido por homicídio é preso em Passo Fundo

 

Expoacisa 2018 é lançada em clima de otimismo

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


Publicidade Norte RS
Logo Norte RS
Icone Facebook Icone Instagram Icone Contato


Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

NORTE RS
(54)9942-6757
(55)8442-4962
atendimento@norters.com.br

Icone Base Menu MENU NORTE RS
 
VARIEDADES
ECONOMIA E POLÍTICA
VÍDEOS
SAÚDE E BEM-ESTAR
ENTRETENIMENTO
POLICIAIS
 

ESPORTES
COLUNISTAS
OBITUÁRIO
GASTRONOMIA
EDUCAÇÃO
ESPECIAIS
CARIJÓ DA CANÇÃO GAÚCHA
 
 
NORTE RS. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul