NORTE RS - -
  Icone Facebook Norte RS Icone Instagram Norte RS Icone Contato Norte RS
Logo Norte RS
 

Publicidade Norte RS

Amostragem de solo

Marau

Data da Publicação da Notícia : 18/09/2018 - 07:54

 
Foto Notícia Geral

O Brasil se destaca na produção agrícola, por condições favoráveis do clima e do solo, porém, para a manutenção do solo e eficiência na produção de alimentos, são necessárias análises de características químicas, físicas, biológicas e mineralógicas. A análise de solo é o método mais tradicional e eficaz para avaliações das condições do solo, assim como, para a adequada recomendação de corretivos de acidez e de fertilizantes.

O manual de Calagem e Adubação para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, lançado em 2016, apresenta indicações de como realizar a amostragem de solo de forma adequada. A coleta de solo deve ser realizada de dois a três meses antes do plantio ou semeadura. Para culturas perenes, como frutíferas, a coleta e análise de solo também deve ser realizada após a colheita, para adubações após a fase de reprodução da planta. Em pastagens, o indicado é realizar este procedimento de dois a três meses antes do máximo crescimento vegetativo da cultura. Este é o período viável para coleta, envio das amostras para o laboratório de análise de solo, interpretação dos resultados e recomendação técnica pelo engenheiro agrônomo, aplicação e reação dos corretivos e planejamento do uso de fertilizantes pelo produtor rural.

As áreas a serem avaliadas podem apresentar variação de fertilidade dependendo a classe de solo, a topografia ou relevo, a cultura antecedente e o próprio histórico de utilização da área.

Por isso, é importante que áreas que não são homogêneas sejam analisadas em amostras separadas. Assim, a resposta da avaliação e correção da fertilidade será mais eficiente. Além disso, para que a amostra de solo seja representativa, é importante a coleta de no mínimo 10 pontos aleatórios na área, para assim compor uma amostra que indique a real necessidade de correção e adubação. Coletas de solo realizadas de forma incorreta, podem resultar na recomendação de correção e fertilizantes em doses sub ou superestimadas.

A profundidade de coleta de solo também é um ponto fundamental, para plantio direto consolidado, o recomendado é amostragem de 0 a 10 cm, já para coleta em solos com revolvimento o indicado é a profundidade de coleta de 0 a 20 cm. A retirada da palhada, ou restos culturais da superfície do solo no ponto exato no momento da coleta é necessária para não haver interferência nos resultados finais do laudo.

Artigo escrito pela professora Luana Dalacorte, engenheira agrônoma, mestre e doutoranda em Solos, docente do CESURG em Marau.

Publicidade 660-110
 
 
TAGS:
CATEGORIA: Colunistas
Fonte: Luana Dalacorte
Colunista:

Voltar ao topo
 


Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS
Publicidade Norte RS

 

Os diversos papéis das mulheres e a importância da empatia

 

Os desafios da recolocação profissional

 

Mude os resultados do negócio a partir do ambiente corporativo

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado

MAIS VISUALIZADAS

 

Foragido por homicídio é preso em Passo Fundo

 

PRF faz escolta para mulher grávida em Sarandi

 

Expoacisa 2018 é lançada em clima de otimismo

VER TODAS AS NOTÍCIAS +


Publicidade Norte RS
Logo Norte RS
Icone Facebook Icone Instagram Icone Contato


Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

NORTE RS
(54)9942-6757
(55)8442-4962
atendimento@norters.com.br

Icone Base Menu MENU NORTE RS
 
VARIEDADES
ECONOMIA E POLÍTICA
VÍDEOS
SAÚDE E BEM-ESTAR
ENTRETENIMENTO
POLICIAIS
 

ESPORTES
COLUNISTAS
OBITUÁRIO
GASTRONOMIA
EDUCAÇÃO
ESPECIAIS
CARIJÓ DA CANÇÃO GAÚCHA
 
 
NORTE RS. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul